NOSSOS PRODUTOS

Bloco de vedação

Especificação técnicas:
Densidade de 550 kg/m³

Formatos em mm N° Peças/m² N° Peças/m³ m²/m³(*)
050x245x600  6,8 136,0 20,0
050x300x600  5,56 111,0 20,0
075x245x600  6,8 90,7 13,3
075x300x600   5,56 74,1 13,3
100x245x600   6,8 68,1 10,0
100x300x600   5,56 55,5 10,0
125x245x600   6,8 54,4 8,0
125x300x600   5,56 44,4 8,0
140x245x600   6,8 48,6 7,1
140x300x600   5,56 39,7 7,1
150x245x600   6,8 45,4 6,7
150x300x600   5,56 37,1 6,7
190x245x600   6,8 35,8 5,3
190x300x600   5,56 29,2 5,3
200x245x600   6,8 34,1 5,0
200x300x600   5,56 27,8 5,0

*  Valores aproximados | DIMENSÕES ESPECIAIS SOB CONSULTA

Bloco para laje
nervurada

Especificação técnicas:
Densidade de 550 kg/m³

Formatos em mm N° Peças/m² N° Peças/m³ m²/m³(*)
125x300x300  11,11 89 8
150x300x300  11,11 74 6,6
125x400x400  6,25 50 8
075x300x600  5,56 74 13,3
100x300x600  5,56 56 10
125x300x600  5,56 44 8

*  Valores aproximados | DIMENSÕES ESPECIAIS SOB CONSULTA

RECOMENDAÇÕES CONSTRUTIVAS

 Assentamento: Recomenda-se que o pavimento esteja concretado há pelo menos 45 dias, a laje desformada no mínimo há 15 dias, ter 4 lajes concretadas acima e ainda que esteja nivelada a laje onde os blocos serão aplicados. Deve-se chapiscar as faces dos pilares, fundos das vigas e lajes que entram e contato.

 Encunhamento: O enchimento do vão de 3 cm entre a alvenaria e a viga ou a laje, somente deverá ser executada após a conclusão de toda a alvenaria da edificação. É possível efetuar execução em lotes de 4 pavimentos, sendo do pavimento mais alto para o mais baixo. É necessário respeitar também um intervalo de 24 horas entre uma laje e outra.

 Revestimento interno: Usar o traço 1:2:10 (cimento, cal e areia média) para argamassa convencional, ou usar a massa única e diretamente no bloco com espessura média de 07mm, sem a necessidade de chapiscar (de acordo com as recomendações do fabricante, em caso de massa industrializada), devido sua uniformidade. Pode-se assentar o revestimento cerâmico direto ao bloco, conforme a necessidade. Umedecer bem as paredes para melhor aderência.

 Revestimento externo: Para fazer o revestimento externo é necessário chapiscar, fazer o emboço e rebocar (massa fina) com traço de 1:1:6 (cimento, cal e areia média), juntamente com aditivos impermeabilizantes. Umedecer bem as paredes para melhorar a aderência.

 Verga e contra-verga: Em vãos de janelas e portas, deve-se utilizar verga e contra-verga, afim de evitar trincas e fissuras, recomenda-se apoio mínimo de 250 mm para cada lado. Em vãos acima de 1,70m consultar engenheiro.

 Tipo de bucha: As buchas mais indicadas são: modelo UX, modelo FU e ainda chumbadores químicos. O parafuso precisar ser no mínimo 15 mm maior que o tamanho da bucha, pois o mesmo precisa atravessá-la. As brocas para efetuar os furos devem ser de aço rápido.

 Contra marco: Para fixação do contra-marco (portas e janelas), deve-se recortar os blocos onde haverá fixação do parafuso em forma cônica, chumbar com uma argamassa de traço forte (1:3), ou ainda chumbar com espuma expansiva.

Abertura de canaletas para passagem de tubulações hidráulicas e elétricas: Usar um rasgador próprio para bloco de concreto celular, esmerilhadeira ou serra tico-tico, evitando uso de marreta e talhadeira.

Para evitar trincas, em tubulação de maior diâmetro, prever o espaço requerido pelo tubo no assentamento. No revestimento utilizar telas de fibra de vidro ou galvanizada para fazer a amarração dos blocos conforme a figura (mínimo de 150 mm para cada lado).